O Jiu Jitsu me ajuda a ser uma pessoa melhor - entrevista com a campeã mundial Mayssa Bastos


Publicado em 15/10/2020 por: Renata Davanzo




A Omoplata Revista Digital traz hoje uma entrevista com a faixa preta Mayssa Bastos. Após ter sido campeã do Pan Americano IBJJF no último final de semana, ela nos contou um pouco da sua trajetória no esporte, como começou, a influência do Jiu Jitsu na sua vida e muito mais.


Confira a entrevista:


Omoplata: O que te levou a ingressar nesse universo da luta? Conte sobre a sua trajetória.

Mayssa: Eu desde nova já fazia muitos esportes e antes de começar a treinar Jiu Jitsu eu treinava Judô. Mas o meu irmão mais velho já estava no Jiu Jitsu e meu pai sempre nos acompanhou muito dentro do esporte, um dia ele me perguntou se eu queria fazer uma aula experimental para ver se eu iria gostar. Então desde o primeiro dia, eu me apaixonei pelo esporte e sabia que era disso que eu queria viver.



Omoplata: Você acha que o Jiu Jitsu te ajudou a evoluir como atleta e como pessoa, no sentido de te dar mais segurança e confiança para se posicionar e se expressar?

Mayssa: Sim. O Jiu Jitsu me ajudou muito nessa parte, quero dizer, ele tem me ajudado até hoje, eu sempre fui extremamente tímida, mas hoje por causa dele eu consigo me expressar melhor e sinto que vem me ajudado a ser uma pessoa melhor também.



Omoplata: Poderia falar um pouco dos seus títulos mais relevantes.

Mayssa: Alguns títulos que ganhei como faixa preta:
Campeã mundial IBJJF
2x Campeã do Pan Americano IBJJF
2x Campeã do Europeu IBJJF
4x Campeã do World Pro
Campeã do EBI STRAWWEIGHT
2x Campeã Mundial No Gi IBJJF
Campeã do Pan Americano NO GI IBJJF
Campeã do Brasileiro No GI CBJJ



Omoplata: Você teve muitas dificuldades para se manter lutando, pensou em desistir?

Mayssa: Nunca passou pela minha cabeça desistir.



Omoplata: Com a expansão das super lutas de Jiu Jitsu, você tem vontade de enfrentar alguma atleta em especifico?

Mayssa: Enfrentar alguém em especifico eu não tenho, mas é sempre legal fazer parte de eventos que estão fazendo super lutas.



Omoplata: Mayssa, muito obrigada por ter dedicado um pouco do seu tempo para nós, muito sucesso para você.

Mayssa: Eu que agradeço. Até a próxima!



Minha maior conquista no Jiu Jitsu foi poder viver dele


Conheça o campeão mundial Enderson Dias do Dream Art


Como é viver de Jiu Jitsu fora do Brasil?